Captare recomenda: blog do Luciano Ayan

Uma coisa que dificulta muito o apostolado cristão é ter que lidar com pessoas desonestas ou condicionadas, pois é extremamente difícil alcançar o objetivo do debate apologético – a saber: convencer uma pessoa de alguma verdade – devido ao fato de que esta pessoa não está comprometida com este objetivo: ela quer simplesmente vencer o debate sem ter razão, seja para sentir-se mais confortável com suas opções arbitrárias, seja para cooptar mais seguidores cegos para sua ideologia.

É notório que, dentre os tipos de pessoas que se utilizam desta malandragem, se destacam os neo-ateístas e os esquerdistas (sejam afiliados ou não a movimentos sociais ou partidos políticos). Grandes nomes como Olavo de Carvalho e Reinaldo Azevedo denunciam vez ou outra os maquiavelismos destas duas catervas. Mas até há alguns anos atrás não tínhamos alguém que oferecesse um material tão vasto de denúncia e refutação – inclusive com técnicas bem precisas de contra-argumentação – como hoje temos o Luciano Ayan.

O Luciano, inicialmente, focava na refutação às teses e aos discursos furados dos neo-ateístas, em seu antigo blog “Neo Ateísmo: Um Delírio” (referência genial à obra do bufão transformista inglês). Mas ao que me parece, com o tempo, ele foi notando a ligação indissociável entre a movimento neo-ateísta militante e a mentalidade revolucionária, incluído a total identidade das estratégias desonestas usadas pelos neo-ateístas e pela totalidade dos movimentos sociais e partidos de esquerda (que no caso do Brasil, são todos os partidos). Por isso, em seu novo blog, os esquedopatas passam a ter seu lugar cativo como sacos-de-pancadas, ao lado de seus companheiros-revoltadinhos-com-Deus.

Uma postagem que eu recomendo de maneira especial é A prova irrefutável de que o humanismo é uma doença mental, pois ele mostra bem como funciona a Indústria do Preconceito Enlatado de militâncias como a GLS, a “anti-racista” e a feminista através de um raciocínio com o qual eu também vou trabalhar nos meus próximos artigos sobre a militância gay.

Não fiquem à mercê de consulentes desonestos! Leiam Luciano Ayan e descubram as artimanhas usadas nos debates contemporâneos por aqueles que querem vencer todas as discussões no grito, e ainda se acham muito intelectuais por isso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s