Captare recomenda: Igreja Una

Há pouco mais de dois anos atrás, o papa Bento XVI promulgou o Motu Proprio Summorum Pontificum (aqui, aqui e aqui). O Motu Proprio é uma carta apostólica que o papa promulga por iniciativa própria, sem ser fruto de alguma solicitação especial ou das discussões de algum sínodo ou concílio.

O que mais me impressiona com relação a isso é que, por um lado, a grande maioria dos cristãos desconhece este documento, o panorama do assunto do qual ele trata e o histórico do assunto, até que chegasse a esta iniciativa pessoal de Sua Santidade; e por outro lado, quando tomam certo conhecimento deste documento ou ouvem falar da Missa Tridentina, antes de procurar se informarem melhor do assunto, lançam ataques afetados e irracionais à “missa em latim”, “à missa de costas para o povo”, sacudindo o espantalho do “afastamento dos fiéis” por causa da “posição atrasada da Igreja”. Essa dupla (e absurda!) desinformação me faz constatar com amargura que os cristãos tem cada vez mais perdido o senso da realidade e que eles se preocupam com mesquinharias quando deveriam se inteirar de assuntos de importância muito maior.

Digo isto, porque a maior parte das objeções contra o Rito Antigo se deve à pura ignorância dos fatos, e são fundadas em slogans repetidos pelos progressistas para enganar o povo cristão. Vejamos algumas dessas objeções, e o quanto elas são irracionais abaixo:

  • O povo não entende a missa em latim: o que eu vou dizer sobre isso pode até parecer grosseria, mas não é. É apenas Teologia. A Missa não é celebrada para o povo. A Missa é celebrada para Deus! E Deus entende perfeitamente o latim. Esse argumento furado tem muitos adeptos no Brasil. Logo no Brasil?! Os brasileiros também não entendem o português! Que que há de ser fazer? Celebrar a missa através de desenhos? Só isso basta para demonstrar o quanto este, que é o principal cavalo de batalha dos “anti-latim”, é apenas um argumento furado.
  • O padre celebra de costas para o povo, isto é falta de respeito: Erradíssimo! Acontece que o altar apropriado para este tipo de celebração tem o sacrário logo acima dele. E o sacrário é onde está o Cristo, sob a forma eucarística. É a nossa “Arca da Aliança”! Antigamente, o sacrário no centro da Igreja, simbolizava que Deus deveria ser o centro de nossa vida. Hoje em dia Deus foi posto de lado, junto com o sacrário em que Ele repousa. Mas o fato é que a Missa Tridentina é celebrada de frente para o sacrário, celebrada de frente para Deus de verdade! É por isso que esta posição se chama “Versus Deum”, isto é, “de frente para Deus”. Além do mais, é muita petulância se sentir desrespeitado porque o padre está de costas. Como eu disse acima, a Missa é para Deus. Padre e fiéis estão todos juntos olhando para a mesma direção, para Deus!
  • Não existe nenhum motivo para se celebrar a Missa em latim: existe sim. E muitos! Em primeiro lugar, o latim é a língua com maior precisão no significado dos seus termos, sendo difícil encontrar uma expressão nele que seja ambígua. E é necessária muita precisão nas idéias que são transmitidas ao povo que participa da missa, pois a sua é alimentada nela. O latim é uma língua morta, ou seja, não sofre mais evoluções, nem transformações, logo não é possível introduzir novos usos para as palavras existentes, e não pode haver confusão em torno dos conceitos expressos pelas palavras. Além do mais, o diabo odeia o latim, tanto que o ritual do exorcismo é celebrado em latim.
  • A missa em latim é muito mecanizada, muito chata: Não é próprio da Missa ser chata ou redonda. Ela deve ser apenas a Missa. Mas o que entedia as pessoas, não é a língua em que é celebrada a Missa, e sim o fato de elas não entenderem o que seja a Missa e por que o que é feito nela é feito de um jeito e não de outro. Quando a Missa é celebrada totalmente de acordo com o que está prescrito no missal ela se torna um espetáculo de beleza e sacralidade. A noção do sagrado toma a todos que participam dela. É um absurdo falar que uma missa assim possa ser mecanizada. E se for, a culpa é só de quem não presta atenção nela.

Além de todas estas pérolas que são ditas no desespero de tentar evitar que o desejo do Papa seja cumprido, existe o próprio conceito de “missa em latim”, que é algo que beira o pejorativo, pois não é só a língua que é diferente. O rito tem várias diferenças sensíveis. Creio que o termo mais adequado para se referir ao rito antigo seja “Missa Gregoriana”, pois foi o papa São Gregório Magno que fez a primeira tentativa de unificação do rito latino, e desde sua época o rito é celebrado da mesma forma, só com umas poucas alterações. É um rito milenar! Um grande tesouro da tradição cristã!

Eu já fui um ardoroso defensor da reforma litúrgica. Acreditava em muitas das besteiras citadas acima. Mas graças às primeiras refutações de um amigo meu da época do ensino médio eu comecei a pesquisar mais seriamente o tema. É o Felipe Monteiro, que hoje é monge dominicano, a mesma ordem à qual pertenceu São Tomás.

E eu falei tudo isso simplesmente para recomendar mais um blog de um amigo meu, que é defensor e divulgador do Rito Gregoriano. Trata-se do blog Igreja Una do Danilo, que além do assunto tratado acima, comenta notícias sobre a Igreja e combate o progressismo que tem sido um câncer no seio da Igreja. A prova do que o progressismo pode fazer está aqui. E um ótimo artigo sobre a Missa Gregoriana, está aqui.

Passem lá e comentem! E se informem melhor sobre esta que é uma questão importantíssima para a nossa Igreja, principalmente se queremos combater esta secularização que cada vez nos afasta mais de Deus.

4 opiniões sobre “Captare recomenda: Igreja Una

  1. Diogo!!! É verdade mesmo, nosso Caríssimo amigo Felipe já naqueles tempos longínquos de ensino médio nos ensinava que a Missa antiga era a mais adequada, etc, etc, etc… E até que um dia ele passou a só freqüentar missas assim, e o faz até hoje, quando vem ao Brasil. Por sinal, só Deus sabe onde andará esse menino, lá pelas terras européias… Muito chique ele, não?! E você acredita que até hoje ainda não fui a uma Missa sequer assim, em toda a minha vida?!?!?! Pois é!!! Não é no Mosteiro de São Bento que celebravam assim? Queria ir lá um dia…

    Parabéns pelo site! Fique com Deus!!!

    Beijos!!!

    • Oi, Mila!

      É, infelizmente eu também ainda não tive oportunidade de ir a uma Missa Gregoriana também. Mas não desiste não. Quando for, leva um grupo de jovens junto. Eles verão o quanto a Santa Missa transmite essa Sacralidade, que tanto a nossa liturgia tá precisando hoje.

      Não é no Mosteiro de São Bento que tem Missa Tridentina por aqui. O Mosteiro de São Bento que tem a Missa no forma extraordinária do Rito Romano é o de São Paulo. O local mais próximo que eu sei que tem a Missa Tridentina é a Catedral Metropolitana de São João Batista, em Niterói, todos os Domingos às 16:30h.

      Pax et Salutis

  2. Isso é reflexo do pouco critério que se aplica na iniciação destes cristãos.
    A falta de tratamento e preparo de padrinhos de batismo, por exemplo. Há de se endurecer um pouco mais, talvez.

    Eu vivenciei a seguinte situação, por exemplo: sou padrinho de consagração de um garotinho cujo padrinho de batismo além de homossexual, é envolvido em macumba, umbanda ou candomblé (difícil saber)! E a mãe, além de solteira, quis que eu me passasse pelo pai do garoto na única reunião em que todos foram..
    Deve haver uma forma de perceber estes e outros problemas de formação, para serem filtrados ali, já no plantio da fé..

    • Isso sem contar o irmão do seu afilhado de consagração, que tinha “medo do Papai-do-céu” quando era pequeno. Dois pequenos grandes exemplos da educação religiosa que nossas crianças estão recebendo hoje me dia…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s