Entendendo um pouco a Bíblia

(Aviso: Este post foi publicado no antigo Captare’s Battle Site. Portanto, muitas idéias aqui expressas podem não corresponder ao que penso atualmente, podendo até mesmo contradizer meu modo de pensar atual).

“Demian poor child was raised on the gutter
Digs in thrashcans to kill the hunger
When your mouth is so full of promisse
All i see is one empty hand

The world may turn
But some things never change

Uptown princess a life inside cages
Wearing diamonds around the neck
I know Bibles are full of fair words
But nothing’s worth more
Than what to care

The world keeps turning
And still things stay the same!”
(Eyes of Christ – Angra
in Hunters and Prey)

A Bíblia Sagrada é, senão o mais, um dos livros mais lidos e mais polêmicos do mundo. É uma compilação de setenta e dois pequenos livros, de variados estilos literários. Alguns são uma narrativa rudimentar da história e da tradição do povo judeu. Alguns textos que refletem o ensinamento religioso deste povo. Alguns falam da passagem Do Senhor Jesus Cristo pelo mundo. Alguns são cartas do discípulos de Cristo, expressando o modo de vida e de pensar ensinado pelo Messias. E alguns, os mais discutidos, são poemas proféticos carregados de simbolismo que falam de realidades que estão presentes em todos os lugares e em todos os tempos. Toda essa coletânea forma o que chamamos de “Palavra de Deus Inspirada aos Homens”, “A Revelação”, “As Sagradas Escrituras”. Muita gente diz que ela tem todas as respostas, outros dizem que apenas tem respostas prontas e ilusórias. Mas por que tanta magia em torno deste livro? E por que tanta confusão em torno dele, também?

Em primeiro lugar devemos ter em mente que a Bíblia Sagrada só encaixa perfeitamente bem em uma linha de pensamento e culto religioso conhecido: o monoteísmo judeu, que diz que só há um Deus, Todo-Poderoso, que criou tudo o que existe e que REGE(essa palavra é importante para o entendimento da Verdade) os acontecimentos em todo o universo. Ela também tem uma afinidade muito boa com todas as religiões monoteístas, salvo os nomes usados nas diferentes culturas. Com um pouco de boa vontade é possível achar certa afinidade com as religiões dualistas e alguns conceitos pregados pelo Messias também encontram alguma concordância com preceitos orientais. Tendo isso em mente, a Bíblia começa a realmente parecer Palavra de Deus. E expressando a vontade desse Deus que criou e que rege tudo, realmente começa a querer apresentar as respostas a que nós sempre aspiramos.

Mas aí nós começamos a tropeçar em um monte de detalhes contidos na Bíblia e em sua “pretensa lei divina”, como algumas passagens que não condizem entre si, algumas que até se contradizem, algumas que sugerem um modo de vida muito diferente da realidade do nosso país ou do nosso tempo, algumas que parecem diferenciar homens e mulheres em matéria de importância, algumas passagens que não condizem com o que fala a ciência(isto é científicamente comprovado!). E a bíblia volta a parecer apenas mais um livro grosso e obsoleto escrito por ignorantes para ignorantes.

A intenção neste pequeno texto é justamente corrigir este julgamento precipitado, já que as outras pessoas que foram encarregadas por Cristo de fazerem isso, ou seja, a maioria dos cristãos, geralmente não estão capacitadas intelectualmente a isso.

A chave para se fazer as pazes com as Sagradas Escrituras é entender que, não importa o contexto cultural de, seja qual texto esteja sendo lido. A Bíblia não é um livro de “Ctrl+c, Ctrl+v”, não é um manual do bom cristão ou do bom judeu(tudo bem, Sândalo, eu concordo contigo nesse ponto…), não é um livro de receitas que você deixa aberto ao seu lado enquanto tenta seguir as instruções. Devemos entender que a realidade espiritual, da qual se fala tanto na Bíblia e nas religiões que a usam como base, é algo que não conseguimos perceber com nossos cinco sentidos(não adianta, não dá, e não há excessões!) e que, por isso, é extremamente difícil de se descrever. Deus criou o universo expressando a sua vontade, e para que nós entendêssemos MAIS OU MENOS como isso foi acontecendo o autor bíblico usou uma comparação: Deus “mandou” através da “palavra oral” e tudo existiu. Na verdade são coisas equivalentes mas não são a mesma coisa. O que aconteceu entre Deus e a criação é equivalente ao que acontece entre um chefe que manda e a pessoa que obedece. Mas não tem muito sentido, na racionalidade desesperada dos tempos atuais, imaginar que a criação foi exatamente como é mostrada nas pinturas da Capela Cistina e em tantas outras. Acontece que Deus agiu na realidade espiritual e isso teve conseqüência na realidade material. E aí sim o universo surgiu. Da mesma forma Deus rege a realidade: Ele atua no plano espiritual, através de seu Espírito Santo, e isso causa conseqüências no universo que nós percebemos. Assim, a Bíblia volta a fazer sentido quando entendemos que não importa a realidade perceptível daquilo que está escrito ou o quanto a achamos absurda. O que importa é a mensagem de Deus que causou aquela conseqüência perceptível, a verdade por trás da realidade aparente.

E por que existem tantas realidades diferentes no mundo, se é um único Deus que age da mesma forma em todas elas? Acontece que a existência é um grande trabalho em equipe entre Deus e a criação. Deus age, isso causa uma conseqüência perceptível, a partir daí nós agimos baseados na nossa liberdade, isso causa conseqüências que dão algumas opções a Deus. Se agimos de acordo apenas com os nossos desejos, algumas das escolhas que Deus tem de fazer anulam a nossa liberdade mas fazem com que a vontade d’Ele se cumpra mais rápido, algumas vão de acordo com a nossa liberdade mas adiam a realização da vontade de Deus. Se desde o começo agimos espontaneamente de acordo com a vontade de Deus, Ele pode seguir mais facilmente com o que foi planejado inicialmente por Ele. O que devemos ter em mente é que, apesar da vontade de Deus ser o melhor para nós e para o universo(sempre), e isso é uma coisa que só faz sentido se aceitarmos que Deus é bondoso e não aquele velho carrancudo que acha que tudo é pecado. Ele nunca vai anular a nossa liberdade, pois ele a deu e não vai se contradizer só porque nós somos um bando de tapados mal-criados. Da mesma forma que Deus não faz milagres sempre, pois isso anularia a lei natural que foi estabelecida por ele. Deus só faz milagres em nome de seu amor e compaixão e mesmo assim, sempre em cumplicidade com uma pessoa que esteja cumprindo sua vontade. Então, já que a harmonia universal, o Reino dos Céus, também depende da nossa vontade e, já que somos tão diferentes entre nós mesmos, as realidades vão se diferenciando com o passar dos tempos, mesmo sendo apenas um Deus, com uma linha de pensamento única, agindo sempre da mesma forma em todos os acontecimentos. Dessa forma, as passagens bíblicas e os acontecimentos descritos nelas podem se contradizer ou parecer absurdos à vontade que isso não vai mudar a mensagem de Deus que é uma só e a mesma de Gênesis a Apocalipse!

Tá, mas se é assim, não são só os padres católicos que tem autoridade para explicar as Escrituras, correto? Até mesmo por que a Igreja já cometeu vários erros, e muitos padres ainda cometem ou tem opiniões diferentes sobre vários assuntos. Mais ou menos correto. O que acontece é o grande trabalho em equipe. Os padres são humanos e, como tal, sujeitos a “falhas”. Dessa forma eles podem ignorar a voz da consciência na hora de pregar ou de agir, mas a realidade é que todos possuem uma voz da conscência bem mais clara que a que nós temos e, por mais que eles defendam pensamentos errados e tenham atitudes indignas, eles sempre tem alguma idéia que contribua para o crescimento de sua comunidade. Dessa forma, a Igreja não é a única, mas ainda é a mais garantida instituição que ajuda a entender a Palavra de Deus escrita. E o fato de ela ter recebido a alcunha de católica(universal) com o tempo, vem reiterar isso, apesar da aparente parcialidade de seus ensinamentos.

E como podemos então ler a verdadeira Palavra de Deus sem correr o risco de sermos confundidos? Devemos rezar antes de ler qualquer passagem bíblica para que nos tornemos um canal adequado para que a vontade de Deus, que é o desejo que nós entendamos a sua Palavra, se realize em nós. Devemos analisar a passagem lida sem nenhum preconceito ou opinião já formada e devemos pensar qual era o objetivo original desse Deus, sabendo que ele é bom e justo, quando ele agiu na ocasião narrada, e qual seria a conseqüência perceptível disso na nossa realidade se ele agisse da mesma forma. Se ficar difícil imaginar fale isso a Deus e espere que uma hora, um dia, ele responderá através de um acontecimento concreto, mesmo que seja algo pequeno, a sua dúvida. Ele sempre responde! E principalmente faça! Faça aquilo que você entendeu que Deus quer que você faça, mas seja humilde para admitir que você pode estar errado, se você estiver tentando por conta própria! Dessa forma o tempo se encarregará de aparar qualquer aresta e você estará levando a Palavra de Deus a todo o lugar que você for, mesmo que você não diga uma palavra.

Assim seja! Amém!

Captare – O Anjo Terrestre

*************

E>Ola, muchachos!!!<3

E aí, Anjos nascidos no plano material? Tudo bem com vocês? Muitas batalhas? Vitórias ou derrotas? Comigo tá tudo indo, com altos e baixos, o único jeito possível de viver nessa realidade. Estou passando por batalhas novas e, algumas não tão novas assim…

Esta é a primeira vez que estou postando da qui da empresa onde trabalho, graças a uma ajudinha d’O Andarilho que me enviou o rascunho desta postagem por e-mail para que eu pudesse terminá-la. No último Domingo já estava de viagem, três dias antes do término da minha folga. Aconteceu até a última terça-feira o “Curso de
Desenvolvimento em Equipe” organizado pela empresa para os membros do grupo que trabalha no mesmo período que eu. Foi uma espécie de retiro não-religioso, que serviu para promover uma maior integração entre os membros desse grupo e algumas figuras da chefia do meu setor. Fora que houveram muitas abordagens psicológicas e sociais de muitos comportamentos do ser humano no geral que me interessaram muito. Também tive a oportunidade de mostrar um pouco dos meus talentos de músico na segunda noite, na qual houve um churrasco com música ao vivo. Num momento o pessoal insistiu para que eu assumisse o violão e o microfone e eu toquei e cantei algumas músicas da década de 80 e algumas mais atuais. Depois um colega tocou Oceano do Djavan para que au cantasse, encerrando a noite para mim, que fui dormir(o resto do pessoal ainda ficou lá na farra! Apesar de eu ainda estar fazendo estágio e ainda ser funcionário da Unidade Espírito Santo, consegui aval de um dos coordenadores do setor para participar do curso. O curso foi realizado no hotel-fazenda Gamela(despesas por conta da empresa), nas proximidades de Cantagalo no norte do Rio de Janeiro. Após o curso, eu e mais três colegas pernoitamos num município vizinho, numa pousada, exercitando um pouco o meu espírito aventureiro, viajando e dormindo aonde Deus quisesse. De lá nós seguimos para mais um período de trabalho na empresa, onde estou agora. Se tudo der certo dessa vez, estarei de volta dia 7 de Dezembro.

No meu último período de folga aconteceu um episódio um tanto quanto desagradável. Fiquei com CATAPORA! Isso mesmo. Essa doença infantil me foi passada pel’O Andarilho que pegou não sei de quem. Passei uma semana trabalhando, sem sentir nada e achando que havia escapado do mal mas, numa bela tarde, quando eu acordei para ir ao banheiro, estava cheio de pintinhas no rosto, fora que eu já estava com febre mas havia pensado que era evido ao ar condicionado ou coisa assim. Falei com o coordenador e fui para casa no dia seguinte. Ganhei alguns dias extras de folga que, forçosamente, tive que desperdiçar em casa.

Fim-de-semana retrasado,já melhor da catapora, estive em retiro, dessa vez religioso, de novo. Ele foi preparado pelo pessoal do círculo bíblico do qual eu participo. Foi muito bom! Sempre que posso, eu me encontro em retiro, pois todos eles são encontros particulares com Deus e devem ser aproveitados, em todos os sentidos, como tal.

No fim-de-semana passado houve a festa de Nossa Senhora Medianeira, aqui na minha paróquia e, como sempre, tivemos muito trabalho na barraca de caipi-fruta e pizza. No sábado também teve uma festa de 15 anos na qual eu fui um dos cavalheiros da debutante, durante a dança que serve de “rito de passagem”, antes da tradiciopnal valsa. Depois do cerimonial, a Edilaine(lembram dela?), me ligou, pois ela tinha ido comemorar o aniversário dela com alguns amigos mas teve que cancelar parte dos planos dela e ainda não estava satisfeita. Ela decidiu que ia sair com uma amiga dela para um bar perto de lá de casa, para zoar e beber um vinho e perguntou se eu queria ir. Foi só o tempo de deixar O Andarilho e a Namorada em casa, trocar de roupa(eu ainda tava de “smoke”!), pegar o carro de novo e partir para o bar “Pega-Pega”. Lá nos divertimos muito, a amiga dela, Carla, é muito divertida e conhece muita coisa do meio rock do qual eu participo. Legal as ligações que existem entre pessoas que ora se conhecem, né? Depois que o bar fechou(fomos os últimos a sair!) fomos levar a Carla em casa e depois, eu e Edilaine fomos até uma praça nas proximidades e ficamos juntos lá até de manhã.

Sobre ela(Edilaine) e eu, parece nas linhas acima que tudo está bem entre nós. Sim, está. Mas ainda somos AMIGOS. Nesse último período de folga houveram alguns desentendimentos sérios entre a gente e quase que ela desistiu de vez de ficar comigo, conversamos durante horas no telefone(eu não podia sair pois estava com catapora) e quando eu já estava quase entregando os pontos eu propus a ela que nós começássemos nossa relação do zero. Ela se surpreendeu muito com a proposta e aceitou. Aos poucos voltamos a estar sempre nos falando pessoalmente, ela voltou a me procurar como amiga e, finalmente, voltamos a ficar juntos. Ela se mudou do bairro onde eu moro, como já era esperado, e eu ajudei ela na mudança. No dia tive até mesmo que dormir na casa dela, pois estava tarde e o bairro no qual ela mora agora é meio longe. A situação é que eu gosto muito dela, mais estou indo muito devagar e conquistando ela aos poucos, isso tá dando uma trabalheira danada mais está sendo muito bom. Mas ainda somos só AMIGOS!

A Falange ainda está parada mas, se Deus me ajudar, eu prometo que volto a me dedicar intensivamente a ela, a partir do dia 7 de Dezembro e nós vamos voltar. Talvez nós iremos precisar de um novo baixista também.

É isso!Passem no Blog “Fênix“, da Celinha, que está falando de Halloween e como a cultura americar tem sido inserida aos poucos no nosso país. Passem também no Blog da “Sândalo Branco“, que esteve um período “no deserto”, mas voltou ao nosso convívio virtual. Hoje também vou recomendar um novo blog pra vocês visitarem e comentarem. Trata-se do blog da “Marcelinha(nossa! eu conheço Marcela à beça!)”, que está falando sobre Consciência Negra(Não! A Marcelinha não é negra!).

E>Hasta la vista!!!<3
Captare

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s