De saco cheio…

(Aviso: Este post foi publicado no antigo Captare’s Battle Site. Portanto, muitas idéias aqui expressas podem não corresponder ao que penso atualmente, podendo até mesmo contradizer meu modo de pensar atual).


“Fight against the kingdom of fear!
Sooner or later they’ll try to convince you are wrong,
But I’m sure, we’re just…
Crawling angels and demons disguised!
The truth you don’t know,
So try to be sure when your angels and demons arrise!”
(Angels and Demons – Angra
in Temple of Shadows)

Eis um sentimento que toma conta de mim de vez em quando: O estar de saco cheio! De saco cheio de quê? Para explicar isso eu tenho que contar umas historinhas. Mas eu acho que tanto faz, mesmo que eu faça desenhos e esquemas acho difícil alguém compreender. Meu último acesso de saco cheio aconteceu nesse último domingo. A sorte é que depois dele eu fui direto dormir…

Aconteceu que eu encontrei pelo MSN Messenger, um amigo meu da época do Cefet. Ele tem a vocação de ser padre e sabe MUITO sobre doutrina da Igreja. Mas ele tem uma postura MUITO tradicionalista. Que fique claro que eu não tenho nada contra essa postura tradicionalista, eu acho inclusive que, em se tratando de moral, todos devemos ser bem tradicionalistas, desde que saibamos o porquê de seguirmos determinadas tradições. Mas existe um algo mais aí que eu ainda não consegui identificar. E esse algo mais sempre me coloca em conflito com esse amigo. Principalmente no que diz respeito à autoridade do clero(padres e bispos), na qual eu confio e a qual eu acho muito necessária. Mas existe uma gama de medidas tomadas pelo clero, se valendo dessa mesma autoridade, que me deixam um tanto chateado, me fazem me sentir excluído e pequeno, diante da tarefa de evangelizar.

E o que isso tem a ver com os meus surtos de saco cheio?! Acontece nesse mesmo domingo que eu conversei com esse amigo sobre os Ritos da Sta Missa(O anterior ao concíclio Vaticano II e o novo, posterior ao mesmo concílio), e um monte de outras questões relativas a isso e não consegui convencê-lo de que ele estava sendo radical. Pior, ele colocava as coisas de modo como se eu simplesmente fosse mais um modernista, como se minhas opiniões fossem motivadas pelo relaticismo e me tratou como se eu fosse apenas uma criança rebelde que não acita ser corrigida, mas que não tem o direito de questionar o motivo da correção. Quando eu me encontro nessa situação eu me dou conta de que estou de saco cheio. À primeira vista, a impressão que tenho é de que estou de saco cheio das críticas e cobranças de pessoas como esse meu amigo, de que eu estou de saco cheio de me esforçar para ser o mais correto possível e ensinar os outros a serem o mais corretos possívei e no final alguém vir dizer que eu simplesmente estou errado, e que eu falhei no meu intuito. Vem a impressão de que eu não falhei e de que eu estou sendo injustiçado. Mas aí a argumentação do meu oponente continua a me fazer ver as falhas no meu ponto de vista…

O pior de tudo é queeu já estive outras vezes nessa situação no lado oposto: Sendo visto como tradicionalista acusado de perseguição a rebeldes! E o resultado foi o mesmo! Daí vem a segunda impressão sobre tudo isso: Estou de saco cheio, na verdade, de estar do lado errado, de sempre estar errado. Será que eu sou tão vaidoso a ponto de não ver meus erros antes de eles serem apontados por outros?! Será que é mesmo simples vaidade?! E aí a peleja acaba, com o término do meu ânimo e dos meus argumentos e aí eu percebo a infeliz verdade: Eu estou é de saco cheio de nunca prevalecer sobre ninguém, de ser sempre o mais fraco e aquele que precisa se corrigir, e de estar sujeito a errar e ser derrotado dessa forma.

Eis o meu ponto fraco! Ter que reconhecer que, mesmo depois de muito esforço, eu estou ainda errado e ainda tenho que me corrigir. Não é o fato de eu ter que me corrigir! É o fato de todo o esforço que eu tenho feito para isso não dar os resultados que eu espero! De, às vezes eles não valerem de nada! Não sou um rebelde e não quero me igualar a autoridade alguma!!! Quero apenas estar correto naquilo que professo!!! Quero apenas ter certeza e passar essa certeza adiante!!! Infelizmente, sempre que eu sinto que estou conseguindo isso, surge alguém, com ótimos argumentos, para me dizer que eu estou redondamente enganado…

Enfim, sofri uma terrível derrota. Meu orgulho foi ferido, isso é certo, mas mais do que isso, e pior do que isso, muitas de minhas convicções foram feridas. Eu vou me recuperar. Mas até quando serei apenas uma vítima da autoridade e nãoum dos seus colaboradores. Será que alguém poderia me responder a esse questionamento de maneira satisfatória?…

Captare – O Questionador dos Deuses

*************

E>Olá!!!<3

Antes de tudo, Feliz Páscoa a todos vocês!!! Mesmo que o dia da Páscoa tenha sido no Domingo passado, segundo o calendário da Igreja ainda estamos no Tempo Litúrgico da Páscoa, que dura até o dia de Pentecostes(umas cinco semanas), e nesse tempo nós cristãos enfatizamos de modo especial a ressurreição do Senhor Jesus, pois durante o ano todo a Missa não deixa de ser uma celebração desse episódio. Então atéo dia de Pentecostes ainda é possível se desejar Feliz Páscoa a quem nós quisermos.

E falando em Páscoa, minha Páscoa foi bem legal, recheada, é claro, de muito chocolate! Começou com a Semana Santa que foi super agitada: Domingo de Ramos houve uma Missa na Catedral feita especialmente para os jovens. Da minha paróquia só eu mesmo compareci. Mas foi boa e bem participativa. Segunda, terça e quarta à noite nós tivemos os últimos ensaios para a encenação da Paixão de Cristo. Faltou muita gente em todos os ensaios e muitos detalhes ainda tinham que ser vistos, como a cruz para a encenação e o palco, e tudo isso vinha me deixando preocupado a dias, cheguei a té a emagrecer por causa da preocupação. Quinta-feira teve Cerimônia do lava pés e, logo após, vigília. Nós falamos um bocado sobre Eucaristia, tivemos muito tempo para Adorar e depois comemos uma sopa de siri que estava muito boa(só eu comi duas vezes). Isso me rendeu uma noite bem curta de sono, mas da qual eu precisava muito. Sexta-feira foi o dia mais agitado, com todos os detalhes da encenação para serem acertados e uma pequena encenação da Última Ceia de manhã, para a qual não tínhamos ensaiado. Fora a chuva que nos forçou a mudar o lugar da encenação, a trilha sonora que nós tivemos que improvisar(vocês não têm idéia do quão rápido se pode montar um cd de trilha sonora para uma encenação inteira!), etc. Depois de muita preocupação e muitos atrasos e muitas faltas, a encenação aconteceu e deu tudo certo! Não há explicação para ter tudo dado certo, a não ser o enmpenho sobre-humano de todos envolvidos e a ajuda da providência divina! Glória a Deus por isso! No Sábado, encerramento da encenação com a Ressurreição de Cristo e uma Missa looonga… E Domingo! Com a Missa de Páscoa de manhã, chocolate, a caminhada do Senhor Ressuscitado, e mais chocolate! Enfim, uma Páscoa bem feliz, não acham?

Daqui a pouco estarei de volta à praça 8 de maio em Rocha Miranda, depois de um mês de ausência devido aos preparativos da encenação da Sexta-feira Santa. Acabou servindo de jejum da Quaresma também. Não sei como andam as coisa por lá mas se houver alguma novidade em breve eu vou estar relatando a vocês.

Peço a vocês que rezem pela saúde do Papa, que se encontra bem mal. É um ótimo Papa e muito determinado e merece as orações de todos aqueles que valorizam um grande esforço pela paz.
Visitem também o “Castle of the Vampires“,que está falando sobre a Vontade de Deus na nossa vida. Passem também no Blog “Fênix“, da Celinha, que está com um poema sobre as palavras(que…voam?). Passem também no “Legado do Andarilho” que está falando sobre escolhas…e honra.

E>Até mais!!!<3
Captare

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s