Big Brother

(Aviso: Este post foi publicado no antigo Captare’s Battle Site. Portanto, muitas idéias aqui expressas podem não corresponder ao que penso atualmente, podendo até mesmo contradizer meu modo de pensar atual).

“Agora vamos dar AQUELA espiadinha!”
(Pedro Bial – Big Brother Brasil)

A música tema deste programa de gosto duvidoso e de ideologia mais duvidosa ainda(“Se pudesse escolher/ Entre o bem e o mal…”) deveria ser mudada para algo do tipo: “Se pudesse escolher entre o Bem e o Mal, eu escolheria não ver o Big Brother, que é Mal”! Infelizmente as pessoas parecem acreditar que não têm escolha diante deste programa. Elas se sentem praticamente obrigadas a assistí-lo! É literalmente um vício! E torcem!!! Torcem pelos participantes que ficam o dia todo fechados numa casa luxuosa, sem fazer absolutamente nada de útil, ganhando prêmios, dinheiro e fama, enquanto os expectadores, que se dão ao trabalho até mesmo de telefonar para votar, não ganham nada!

Já na sua quinta edição(eles não desistem!), este chamado “reality show”(realidade? onde??) já foi um sucesso nos países do exterior. Mas como o Brasil adora COMPRAR sucata de outros países, foi só esse lixo sair de moda lá para ser lançado aqui como UMA GRANDE NOVIDADE! No começo houve uma disputa entre as duas maiores emissoras de TV aberta do Brasil(Globo e SBT) pelo nome Big Brother, mas é claro que a Globo ganhou, e isso não impediu o SBT de lançar a Infame “Casa dos (Pseudo)Artistas” que trazia em sua legião, artistas que haviam adquirido certa fama a algum tempo mas que, como não tinham profundidade nenhuma como tal, eram só pecinhas da moda, estavam fadados ao esquecimento… Fora alguns pequenos emergentes que ainda estavam tentando conseguir alguma fama, qualquer que fosse a espécie dela(Como o “Xis”, em cuja foto ele cruzava os braços em forma de X, tentando garimpar um “marketingzinho” com isso, que papelão…). Dessa forma, a idéia da própria casa dos artistas era bem pior do que o Big Brother, mas mesmo assim foi sucesso de audiência! Em sua segunda edição, o SBT foi conseguindo transformar a CdA no seu próprio Big Brother como eles queriam, colocando aos poucos algumas pessoas que não eram artistas(nem mesmo decadentes…). Mas e quanto ao verdadeiro Big Brother que a Globo conseguiu em batalha tão suada?

Foi um grande sucesso! Virou uma mania! As pessoas falavam disso em todos os lugares! Falavam disso até na televisão! Davam suas opiniões cheias de autoridade, como perfeitos “Críticos Profissionais da Vida dos Outros”! E especulavam quem seria o próximo a sair, a ir para o “paredão”, quem ia ficar com quem, quem ia brigar com quem…Caos!!! E ainda apelidaram essa grotesca massega de JOGO!!!! Jogo de quê??!! De manipular pessoas, companheiros de casa e telespectadores??!! Jogo de tomar conta da vida dos outros??!! De fazer intrigas e criar relacionamentos falsos, com sentimentos mais falsos ainda???!!! Jogo, para mim é, por exemplo, um jogo de RPG onde você pode criar laços de de amizade e cooperação mútua e não o total oposto disso!!!!

Precisamos rever nossos valores em relação ao BBB(5, já?! Que bosta!) e a coisas parecidas com isso(principalmente o ato de tomar conta da vida de pessoas que conhecemos pessoalmente). Pois buscamos muitas coisas em nossa vida, principalmente a paz, mas vivemos incentivando esse tipo de arte que prega que cada um deve fazer o que puder para se dar bem, principalmente no lado financeiro, mesmo sendo falsos e pisando em cima dos outros. E pior, nos alimentamos disso, pois chamar uma coisa assim de “reality show” é dizer que o que acontece dentro daquela casa é reflexo do que acontece no dia-a-dia, em nossos relacionamentos, e que devemos então “jogar” com outros para não sairmos perdendo!

Os conceitos que eu estou questionando nesta postagem e tentando fazer vocês questionarem são:

-Isto pode ser chamado de reality show?!! Na minha longe de ser humilde opinião, não!!! Como já foi dito a realidade não é aquilo que eles mostram nos horários em que o programa ou “flashes” dele são exibidos! Pode ser que infelizmente tenhamos que lidar com intrigas deste tipo ou piores em nossos ambientes de trabalho, familiares, religiosos ou até mesmo entre amigos, mas dizer que a realidade das relações sociais se parece com um bando de pessoas excêntricas trancadas dentro de uma casa, sem nenhuma distração além de ficar manipulando os outros, é o CÚMULO do ABSURDO! E, a não ser que tenhamos perdido completamente a esperança nos relacionamentos com outras pessoas, é uma afronta à propria razão, da qual nos vangloriamos tanto de possuir!

-Isto pode ser chamado de jogo?! Absoluttamente, não! Os jogos, desde os primórdios da humanidade tinham como objetivos: Desenvolver as qualidades da pessoa aplicadas durante o jogo, fossem físicas, mentais ou sociais; Servir de auto-avaliação para que o jogador soubesse em quê precisava melhorar; Promover a integração social entre os participantes do jogo; Alguém vê isso no Big Brother?! Então essa pessoa tem a imaginação muito fértil!

-Ganhamos alguma coisa, ou resolvemos allguma coisa, assistindo, telefonando e até torcendo pelas pessoas que(tadinhas) estão trancadas naquela casa de luxo, com TUDO à disposição?! Até mesmo gritando quando o carinha que parece ser até legalzinho ganha um disputa para ser líder obviamente armada(Como eu sei disso? A vila onde eu moro TODA gritou quando isso aconteceu!!!)?! Quanto a esses dois útimos questionamentos, creio que depois de toda essa reflexão vocês conseguem achar o caminho para respondê-los sozinhos.

Ou pelo menos, pelo bem de todos os relacionamentos, eu espero que consigam!!!

Captare – O Questionador dos Deuses

*************

E>Olá!!!<3

Depois de uma semana(e mais alguns dias) de cansativas batalhas, eu volto ao Campo de Batalha para fazer um relato delas a vocês. E vocês sintam-se a vontade para fazerem, sempre que quiserem um relato de suas próprias batalhas, vitórias e derrotas.

Nesta semana eu comecei a trabalhar REALMENTE como técnico na STTR. Após a efetivação eu ainda estava acompanhando outros técnicos no serviço. Mas apesar de eu ser apenas auxiliar, nesta semana eu estive trabalhando com a autonomia de um técnico. Fui liberado para andar de carro sozinho, e o chefe até mesmo montou uma mala de ferramentas para mim, me deu algumas peças para substituição(nenhum técnico lá na firma tem um estoque tão completo quanto o meu). Mas o que deveria ser uma semana emocionante foi uma das semanas mais difíceis da minha vida! Sair sozinho não é bem aquilo que eu esperava. Eu ainda sou dependente dos meus colegas para fazer muitas coisas e estou sempre ligando para alguém para confirmar alguma informação. Já na primeira semana eu bati uma duas vezes com o carro. Nada grave, só uns arranhõezinhos, é o mal de estar me acostumando ainda com um carro grande. Alguns atendimentos meus não foram lá tão bem sucedidos e eu me perdi já umas três vezes a caminho do cliente ou de casa essa semana. Enfim, uma semana pra lá de suada.

Em breve o grupo jovem lá da Igreja vai estar ensaiando para mais uma Via-Sacra. Dessa vez não vai ser na rua. Vai ser mais ou menos como uma peça de teatro(como fizemos no ano retrasado), e tivemos que cortar um dobrado para que pudéssemos encenar esta peça, inclusive eu estou tendo que falar com todo o conselho paroquial para poder “legalizar” esta Via-Sacra. Com isso e os ensaios da Falange, vai ficar difícil eu ter tempo para mais alguma coisa agora. E lá vem mais batalhas pela frente.

Por hoje é só. Passem no “Legado do Andarilho” que está falando sobre a Quaresma, Campanha da fraternidade e a importância de se ter um tempo para uma reflaxão mais pessoal. Passem também no Blog “Fênix“, da Celinha que está com a quinta parte do conto “Ao despertar para a realidade”(Vocês estão acompanhando? Não??!! Que feio!). Passem também no Blog da “Sândalo Branco“, e descubram porque ela está meio sumida. Há um pensamento(em inglês) lá, reflitam sobre ele. E passem também no”Castle of the Vampires“, que está falando sobre o Sagrado Coração de Jesus(do qual eu sou devoto!).

E>Até mais!!!<3
Captare

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s