O Nome de Deus

(Aviso: Este post foi publicado no antigo Captare’s Battle Site. Portanto, muitas idéias aqui expressas podem não corresponder ao que penso atualmente, podendo até mesmo contradizer meu modo de pensar atual).

“Why did God make me feel
There is more to be answered?
Maybe God cannot remedy
Our souls if he tried…”
(Farewell – Kamelot
in Epica)

Muito já se falou e ainda se fala por aí sobre Deus. Uns acham que Ele não existe, já outros juram de pé junto que falam com Ele todo o dia. Uns acham que não é bom brincar com Ele, outros fazem até mesmo tirinhas de humor com o Todo Poderoso. Mas quem é Deus? Qual é o nome dele? Que cara ele tem? Onde mora? Será que ele aceita cheque(já que ele aceita até casa, né, tio Macedo?)? Hoje vou falar um pouco sobre Ele. Não é simplesmente uma descrição, e sim dicas de como se relacionar bem com Ele já que, é um aviso meu pra vocês, Ele EXISTE!

Como eu tenho tanta certeza disso? Na verdade eu não tenho certeza, tenho FÉ! Acredito na existência d’Ele! Por quê? Como está escrito na sessão “O Reino”, porque acreditar em Deus dá um sentido à nossa existência. Não um sentido qualquer, que nós podemos estabelecer a qualquer hora para nossas vidas. Digo um sentido pleno de coisas boas, uma promessa de vida eterna e gloriosa, sem essa realidade chata para nos atrapalhar em nossos planos! E também porque, mesmo que tudo seja relativo, como muitos hoje pregam aos quatro ventos, deve existir um referencial que seja o maior de todos, um Ser(no sentido mais puro dessa palavra) em que se baseia tudo o que nós podemos classificar como existência. Uma espécie de Matriz para tudo o que é vida. Esse é Deus!

Uma coisa fique bem clara nessa postagem, e os cristãos e demais pessoas espiritualizadas que lerem isso me entenderão melhor, eu ainda não tive o meu encontro pessoal com Deus! Não O conheço pessoalmente como muitas pessoas com quem convivo O conhecem! Não posso dizer com certeza que já ouvi Deus falando comigo como Ele fala com pessoas que eu conheço, às vezes na minha frente! Conheço Deus apenas intelectualmente, tudo o que sei sobre Ele, foi mediante a estudos de teologia, filosofia e exegese bíblica. É claro que eu acredito que se conheço tudo o que conheço é porque Ele mesmo me deu a conhecer, através de sua Divina Providência, mas de qualquer jeito é um conhecimento indireto. É como ler muito sobre alguém importante, em livros que essa pessoa manda pelo correio, sem nunca ter falado com esse alguém nem mesmo por telefone. Ponto.

Mas, quem é Deus? É simplesmente o Criador de tudo o que vemos, e das coisas que não vemos também(como os sentimentos). Desde a Eternidade ele imaginou o universo e quando Ele expressou tudo o que Ele havia imaginado o universo surgiu. Não importa como se deu isso, se foi explosão de gases ou se foi o clássico “Faça-se a Luz, separe-se as águas das outras águas…”. O que importa é que Deus existe desde a eternidade e desde a eternidade Ele “expressa” o universo, Ele”fala” o universo, Ele “esculpe” o universo. Ele não é simplesmente uma força ou uma fonte de energia, é um Ser, com identidade e uma personalidade tão complexa como a dos próprios seres humanos(“Façamos o homem à nossa imagem e semelhança!”) e com seus objetivos próprios, entre eles, a vida e a felicidade eterna para suas criaturas.

Qual é o nome d’Ele? Como podemos distinguí-Lo dos outros deuses que dizem existir por aí? Deus não tem nome. Nos referimos a Ele como “O Senhor”, “Todo Poderoso”, “Sumo Bem”, “Aquele que habita uma Luz inefável”. Quando Ele se revelou para Moisés, Ele se apresentou como “Aquele que É”(“Eu Sou aquele que Sou”), em hebraico, YHWH(que pode ser traduzido como Javé), ou seja, aquele que existe desde a eternidade, aquele que existe por si só sem depender de nada mais,e desde então, essa é a melhor forma de chamá-Lo, o termo mais próximo de um “nome” para Deus(vale lembrar que biblicamente, os nomes sempre expressavam o sentido da existência daquela pessoa, sua missão ou a melhor forma de definí-la; faz sentido, não). Muitos fundamentalistas hoje gritam para todos que quiserem ouvir que o nome de Deus é Jeová, como se Deus tivesse uma certidão de nascimento ,um número de RG e um nome sem sentido como milhares de seres humanos! Essa confusão começou devido à supertição dos judeus da antiguidade em pronunciar o tetragrama YHWH. Eles preferiam chamar Deus simplesmente de “Adonay(Senhor)”, e com o tempo, suas cópias dos livros do antigo testamento vinham com as vogais de Adonay misturadas às letras do tetragrama, formando YAHOWAH( pronuncia-se Yeová, ou Jeová) para se lembrarem, quando lessem as escrituras em público, de pronunciarem Adonay ao invés do tetragrama. E os espertinhos de hoje em dia acharam que descobriram uma chave mágica, o “nome de Deus” e propagam de peito estufado sua ignorância, por aí… E tem gente que cai nessa. O melhor modo de se dirigir a Ele é Senhor mesmo, por que dessa forma se reconhece que Ele é o Senhor, o dono, de todo o universo e que tudo está nas mãos d’Ele.

Aliás, se um dia for rezar, ou orar, na verdade tanto faz como você fala, é a mesma coisa, reze com confiança de que Deus está ouvindo. E mais: Se o pedido é sincero, se você tem certeza que é aquilo mesmo que você quer, Deus lhe concederá. Sem erro, é inevitável. Mas tem um macetinho. Ele lhe concederá no tempo em que Ele, e não você, achar oportuno. Deus é Bom, Ele gosta de nos fazer esse tipo de agrado, mas Ele é Justo também, Ele não vai atrapalhar a harmonia do universo por causa de um pedido pessoal, Ele lhe concederá o favor somente quando isso não puder prejudicar ninguém. E não fique cobrando o favor de Deus o tempo todo, pois nisso você acaba achando que é a sua cobrança e não a Misericórdia Divina que te favorece. Se você acha que as suas cobranças resolvem, você está tomando o problema nas suas mãos e Deus respeitará a sua vontade. Ele não vai se meter. E nada acontecerá.

Falando nisso, se existe uma coisa que pode limitar a ação de Deus no mundo, essa coisa é a vontade humana. E não é porque a nossa vontade é mais forte que a vontade de Deus. É simplesmente porque Ele, quando nos criou, nos deu a liberdade de escolha, e Ele respeita essa liberdade ao extremo. Por isso que às vezes Ele não consegue agir na vida de algumas pessoas, por que ela faz escolhas que Deus respeita, deixando poucas opções para que Ele haja. E é por isso que a intercessão de alguém funciona tão bem, porque essa pessoa se coloca a disposição de Deus, aumentando as possibilidades da ação d’Ele. Aliás, quando intercedemos por alguém devemos ter justamente essa postura: Devemos estar dispostos a colaborar com ações para que realmente ocorra aquilo que pedimos. Se rezamos a Deus “Seja feita a tua vontade” devemos estar dispostos a fazer a vontade de Deus, e assim por diante. Por que Deus quando pensou o universo, ele o realizou com ação concreta. Assim também devemos ser nós.

E quanto às leis de Deus? Elas não limitam a nossa liberdade? Não. Porque elas são orientações, é questão de provar e ver. E por que devemos seguí-las? Por vários motivos, para estabelecer a harmonia com aqueles com quem convivemos, para vivermos melhor, para conseguirmos a saúde e a paz de espírito(santidade), que é o que finalmente nos dará a vida eterna. Não são simplesmente regras de moral sem sentido! São um manual de saúde espiritual e às vezes emocional também. Não tente ser um grande caxias no que diz respeito aos mandamentos de Deus! Experimente aos poucos, um de cada vez.

E principalmente, não dê atenção para compentários revoltados contra Deus ou, no outro extremo, pregações fundamentalistas que procuram mostrar Deus como um Ser extremamente puritano, radical e intranzigente. Se quiser saber mais sobre Deus, procure na fonte, ou seja, em textos da tradição judaica, documentos cristãos católicos ou em pregações e documentos de igrejas históricas(Ortodoxa, Anglicanos, Batistas, Luteranos mas SÓ aquelas conservadoras, sem muitas inovações doutrinárias!). E principalmente na bíblia! Novamente aí, se você tiver dúvida com alguma passagem mais complicada, eu recomendo que procure um padre, que estudou sete anos(e até mais) para poder resolver este tipo de dúvida. Procure saber de Deus onde O revelam como Ele é e não onde O difamam.

Quanto às outras questões: Deus mora no Céu(espiritual, é claro). Antes Ele não tinha cara, mas depois que Jesus veio à Terra Deus tem essa cara(o que não adianta muito porque até hoje ninguém tem certeza de como era o rosto de Jesus). Se Ele aceita cheque? Talvez só se tiver fundos(Ele sabe tudo, se não tiver fundos Ele VAI saber), mas acho que ele prefere muito mais a sua atenção e adoração.

Tudo isso, foi pra mostrar um pouco do que tenho aprendido sobre Deus nos meus 20 anos de cristianismo. Se vocês pensarem diferente, podem colocar isso no comentário, mas essa postagem é mais para esclarecer. Muitas pessoas hoje, só não tem um contato mais íntimo com Deus por causa desses quilos de informação equivocada que se espalham por aí mas, sem trocadilho, se Deus quiser, um dia todos O conhecerão como Ele é, e assim inevitavelmente O amarão como eu O amo. E eu estarei sempre disposto a colaborar pra que isso aconteça logo!

Amém!

Captare – O Anjo Terrestre

*************

E>Alô!!!<3

Falem, Anjos Terrestres! Muitas batalhas pelo mundo real? Bem, eu estou convencido de que eu tenho tido poucas batalhas, comparado a como era antes, sempre tinha algum problema para resolver como anjo ou questionador. Vamos ver se eu consigo voltar a ser ativo cojmo era antes.

Hoje tenho poucas novidades a relatar. Uma delas é que eu vou a OUTRO show do Angra! Dessa vez no “Claro Hall”, o que quer dizer que o show deve ser mais bem produzido, talvez tenha mais músicas, o som estará melhor com certeza. Ou seja, esse show deve ser bem melhor do que o outro(que já foi bom!), pelo menos é mais caro.

A Falange doravante estará se preparando para um festival de bandas que vai ter lá no “Garage”, estamos para marcar ensaios pela semana e estamos bem animados para participarmos!

Sobre mim: Estou ficando com a Shirley de novo. Estamos nos dando bem. E bem melhor do que das outras vezes. Mas é claro que agora eu não vou me entregar como antes. Não sei se isso é coisa da maturidade ou se é só uma precaução, mas estou sendo mais cauteloso com os meus sentimentos. Não estou mais julgando aquilo que eu sinto apressadamente. Isso só me fez mal antes.

No mais, é só. Passem no “Legado do Andarilho” e procurem lá um texto que fala sobre um debate que ele teve no trem com um protestante, que eu acho interessante. Passem também no Blog “Fênix“, da Marcela, que está falando de… Deus também(!). E passem também no Blog da “Sândalo Branco“, que graças a Deus voltou a postar e traz um manual de como se comportar numa locadora “Block Buster”(haha… hilário!).

E>Câmbio e desligo!!!<3

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s