Queda…

(Aviso: Este post foi publicado no antigo Captare’s Battle Site. Portanto, muitas idéias aqui expressas podem não corresponder ao que penso atualmente, podendo até mesmo contradizer meu modo de pensar atual).

Queda! É como eu defino o meu momento atual. Vítima da realidade! Envolvido NO MEIO do problema e não ACIMA como de costume. Tratando das questões dos Cativos! Agindo como um Cativo!

Tudo começou nessa madrugada, quando eu acordo, como de praxe, com uma briga entre meu pai e minha mãe. Nos minutos seguintes eu escutei todos os absurdos, calado, como sempre. Até que meu pai me coloca no meio da discussão, como se eu só me importasse com o que minha mãe diz, como se o que ele diz não tivesse valor, como se ele nunca pudesse falar nada para o meu bem. Falou que eu era revoltado com ele! Eu tinha duas opções: Tentar esclarecer essa situação naquele momento ou me calar e consentir todas as opiniões erradas que meu pai tinha sobre mim. Eu escolhi tentar esclarecer. Depois de pedir, implorar à minha mãe que não interferisse, eu tentei falar para ele que o que ele estava dizendo não tinha fundamento. Ele afirmou mais uma vez que eu era revoltado com ele e ainda falou que eu não aceitava argumentação, ironizou que eu estava sempre certo e afirmou que eu não via a realidade. Eu tentei falar que não. Ele não me ouviu. Eu gritei. Ele disse que eu estava agredindo ele e se afastou. Eu disse que ele estava desistindo da conversa. Então eu chorei!!! Por quê? Não sei. Talvez descontrole. Mas como se eu não acredito em descontrole involuntário? Para chamar a atenção do meu pai, é isso? Eu me fiz de coitadinho!!?? É a única explicação, pois eu numa tentativa de causar pena ainda argumenteique “tinha ouvido todas as brigas dos dois, desde pequeno!”, etc. É, eu me fiz de coitadinho!!! O pior foi que depois o Andarilho interveio na discussão disposto a apaziguar o ambiente, o que era MINHA função até ali!

Eu me exaltei e depois me fiz de coitadinho! Eu falhei!!!

O pior de tudo não foi a queda e sim a tentativa de entender aonde eu tinha caído e o que eu tinha feito para cair assim. Ouvir e ler o Andarilho falar como o único capaz de resolver o problema. Ouvir ele dizer, enquanto escrevia a última postagem no Site dele que ele precisava esvaziar a cabeça, como se dissesse “vocês(TODOS nós) enchem a minha cabeça!”. Ser colocado, classificado e contado no meio do dos Cativos! Eu acho que eu perdi toda a minha credibilidade como Liberto com o Andarilho. A julgar pelo seu´comentário na minha última postagem, acho que ele realmente pensa que eu estou fugindo. Talvez ele tenha razão…Não sei até que ponto a realidade prevaleceu e o meu egoísmo venceu. O que sei é o que eu aprendi essa noite: Chorei para chamar a atenção do meu pai. Não funcionou. CHORAR NÃO ADIANTA NADA! É só uma tentativa de fuga! Não resolve e ninguém vai sentir pena! Porque estão todos preocupados em chorar seu próprios problemas para que outros sintam pena! E o egoísmo, o individualismo, o CAOS, reinam!!! E eu NO MEIO disso tudo…

Só me restou ir para o meu quarto e ficar rezando para que o Andarilho tivesse sucesso onde eu falhei e pudesse resolver. E ele realmente proferiu palavras inspiradas por Deus! E eu fui confinado a uma derrota totalmente sem glória. Como na vida real! Como todo Cativo!

Não sei como vou me reerguer. O mal da Libertação é que conselhos se tornam previsíveis e fúteis, e eles só me irritariam. Tornariam a minha incômoda dependência dos outros mais evidente ainda.

“Petrified my eyes
Behold the sights of battle lost
In this unchanging world
What does the poor life of a warrior cost?

Deep desires of mine
Dark thoughts tyrannize my mind
When will this torture end
Into the mire, to battle again”….(Angra)

Eis minha situação: Estou caído, jogado no meio do Campo de Batalha, com meus ossos quebrados, meu corpo ensangüentado, e meio tonto. E eu nem sei de onde veio o golpe que me derrubou. Tenho a impressão que veio de mim mesmo. Acho que eu estava voando a mais de duzentos metros de altura e me joguei no chão, ou em cima de uma pedra. Uma coisa é certa: Não vou me justificar! Não vou dar explicações ou motivos(desculpas) pro que eu fiz, tentando mostrar que ainda sou Liberto! Não vou sacrificar os princípios puros da Libertação só porque não tive força para seguí-los até o final!!!

O futuro é negro como uma noite de inverno. Então, já que o Andarilho pediu isso… rezem por mim TAMBÉM…

E>Até breve(Eu espero…)!<3
Captare

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s